Aprendendo a Pensar II

Código: ZRKXSBKKY
R$ 44,00
até 3x de R$ 14,66 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 44,00 sem juros
    • 2x de R$ 22,00 sem juros
    • 3x de R$ 14,66 sem juros
    • 4x de R$ 11,83
    • 5x de R$ 9,60
    • 6x de R$ 8,11
    • 7x de R$ 7,05
    • 8x de R$ 6,26
    • 9x de R$ 5,64
    • 10x de R$ 5,15
    • 11x de R$ 4,75
    • 12x de R$ 4,41
  • R$ 44,00 PayPal
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autor: Emmanuel Carneiro Leão

Emmanuel Carneiro Leão é filósofo, professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Sua formação franciscana aparece nos estudos fenomenológicos que teve a oportunidade de aprofundar com o mestre Martin Heidegger. Além de sua atividade intensa no magistério da filosofia, orientou e formou gerações em diversas áreas acadêmicas como direito, medicina, psicanálise, economia e arte. A experiência da modernidade reduziu pensamento a uma elaboração lógico-racional do discurso. No entanto, a condição de pensar fala de um ser movido pela criatividade, pela transformação de tudo que o toca em mundo, seja como apelo sensível, seja como apelo intelectual, isto é, místico, um apelo arrebatado pelo mistério da existência. Tudo no homem é pensamento, nada está fora deste movimento de construção de si mesmo e do outro, tanto o outro de si mesmo, quanto o outro do outro. O homem não apenas espirra, ele pensa espirrando o espirro que espirra. E, neste pensar, desenvolve uma atitude que se enraíza na convivência entre os homens. Pensar, portanto, realiza uma condição livre de ser entre todos. Só o ser da liberdade acolhe a diferença como outro, seja para amar, seja para odiar. A convivência humana é livre, criativa, nunca repetitiva. Na contemporaneidade, época em que os atos, formais e informais, se repetem sem o elã e o desafio do mistério, na pretensão de viver num estado pronto e acabado, em que todos os caminhos estão traçados a priori, conviver tem sido o mais difícil. Os textos de Emmanuel Carneiro Leão são sempre um convite amoroso à convivência comunitária. Isto não significa uma monotonia de igualdade nas relações, pois seria pretender acabar com a diferença, mas o impulso de juntos, seja na empatia, na simpatia ou na antipatia, os homens acolherem o inesperado, descortinando com o empenho desta união, cada vez e sempre, um horizonte cheio de novas possibilidades para todos. Denise Quintão

O que significa ler? Ler é concentrar-se. A concentração sustenta e guia a leitura. Mas, em que se concentra a concentração? Na escritura do pensamento que fala e dita a escrita. Em sentido próprio, ler nos concentra naquilo que, sem nosso conhecimento, já nos convoca a ser, quer lhe respondamos ou não. Sem este sentido próprio não poderemos também ver o que nos visa, nem perceber o brilho do que aparece. Martin Heidegger Denksprache. Sentenças do Pensamento. Tradução Emmanuel Carneiro Leão

Produtos relacionados

R$ 44,00
até 3x de R$ 14,66 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PayPal
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Daimon Editora LTDA - CNPJ: 09.316.721/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2018